Corsarius Grati estrada do iluminismo, corsarius grati, corsarius grati, corsarius, grati, blog, rio de janeiro, brasil, brazil, história, idiomas, música alternativa, cultura celta, pensamentos, civilizações, história antiga, história medieval A Estrada do Iluminismo, por Corsarius Grati

domingo, 23 de setembro de 2007

Tudo sobre a doce melodia do Dulcimer!

O que é um Dulcimer?!

O dulcimer é um instrumento musical de percurssão que possui cordas, tremendamente antigo em nossa história!

Aqui vamos tratar mais propriamente do dulcimer martelado (em inglês Hammered dulcimer).

Eu diria que a origem do nome dulcimer é até moderna em comparação com o tempo de existência do instrumento, já que dizem que o dulcimer é originário da antiga Pérsia ha mais de 2000 mil anos atrás, e a primeira referência feita a um instrumento desse tipo está gravada numa rocha persa que data de aproximadamente 700 AC. Encontramos também uma referência ao dulcimer na capa de um livro bizantino do século XII! Os anos passam e nenhuma gravura é encontrada até o ano de 1400 quando o instrumento foi introduzido no oeste europeu (Portugal, Espanha, Inglaterra, França, ...). Logo em seguida começamos a encontrar o instrumento na Alemanha, Hungria, Itália, Polônia, Bohemia, Flanders, no norte da França e Inglaterra.

Certamente, seja na antiga Pérsia ou em regiões remotas do mundo como a própria China, o dulcimer devia ter outros nomes. Um exemplo disso é o Rei James I da Inglaterra na sua colaboração para tradução da bíblia do hebraico para o inglês, traduz o termo hebraico "Nebel" para "Dulcimer". O Nebel é um instrumento musical similar ao dulcimer mas não igual, já que na época de cristo os hebreus não tinham algo parecido como o dulcimer utilizado na era Medieval. Já, a palavra dulcimer tem origem no grego "dulce melos", algo como "doce melodia" ou "doce som".

Por dedução, nós acabamos descobrindo que o rei James I não poderia ter traduzido Nebel para Dulcimer sem que o instrumento e a palavra dulcimer já existisse. Trocando em miúdos, o tal instrumento já existia em sua época, e podemos então especular que esse instrumento tinha esse nome na Europa bem antes de nascer esse tal rei!

Tudo bem que o rei achou uma palavra européia equivalente para o Nebel. Européia porque o dulcimer tem origem grega com vimos, e dali partiu para várias nações européias com nomes similares: dowcemere, dulcimor, dulcimur, doucemelle, doulcemelle, dolcimela, e dolcema. Certamente deve haver variantes modernas como em italiano acho que seria "Dolcemelo", em espanhol talvez "Dulcemelo" ;-)

O dulcimer é uma tábua (chame também de "placa de madeira" ou mesa) onde as cordas são amaradas las laterais, ou seja, na horizontal, uma embaixo da outra, indo de seis a nove cordas (no século XV). A tábua basicamente era dividida em duas áreas (esquerda e direita), para que o músico pudesse tocar em cordas diferentes em cada um dos lados. Depois, a tábua nas versões seguintes do dulcimer ganhou múltiplas divisões no século XVI - em vez de duas áreas para tocar, algo entre oito e doze! Para tocar o dulcimer é preciso bater nestas cordas com pequenos martelos de mão, que lembram baquetas de bateria. Esses martelos eram segurados com dedo indicador e o dedo médio. Ainda no século XVI o dulcimer ganhou desenhos decorativos e um espaço para servir como alça, para facilitar a portabilidade.

Muita gente concorda que na Europa, durante o final de 1600 o dulcimer martelado foi o que inspirou inventores a criar todos os instrumentos de teclas conhecidos, como por exemplo o "Piano forte".

Clique aqui para ouvir e ver o dulcimer no Youtube, na música Rakim, do Dead Can Dance!

7 comentários:

Carol disse...

Nossa! Muito bom o artigo! Vc sabe como são destribuídas as notas no instrumento?

Marcus Lorenzi disse...

Alguém conhece algum professor deste instrumento?

Dan disse...

Onde posso comprar um Dulcimer no Brasil ?
ME email eterize@gmail.com. Obrigado

Davi Ferreira Torres disse...

Quero um Dulcimer Martelado, pena que para comprá-lo terei que importar dos EUA já que no Brasil não tem =(

Anônimo disse...

Tem sim!
Fabrico este instrumento a mais de 20 anos.wats974-856-310
Abraço!

Anônimo disse...

Wats974-856-310
Flavio DI Paula ,no face
Fabrico a mais de 20 anos
Abraço!

luis pelusch disse...

Você fabrica dulcimer martelado? Quanto custa aproximadamente? Fazendo em escala cromática qual o alcance que consegue fazer (3 oitavas, 4, 4,5...)?

BlogBlogs.Com.Br | Technorati Profile